I.A. – Intolerância Artificial

[contos de ficção científica e intolerância]

organização: Babi Lacerda & Úrsula Antunes

Em um mundo no qual as máquinas reinarão soberanas, e os pensamentos poderão ser compartimentados em softwares, é possível que a convivência pacífica exista?

Há histórias de prever e detectar crimes, como no filme Minority Report; outras, mostram um mundo destruído no qual a religiosidade e a paz de espírito são programadas pelo computador, como em Androides sonham com ovelhas elétricas?, de Philip K. Dick; e existe o extremo cruel da consciência sádica, que comanda o mundo então conhecido, como no conto Não tenho boca e preciso gritar, de Harlan Ellison.

É possível pensar em um futuro mais igualitário, se o homem dividir o terreno com uma inteligência artificial supostamente neutra e justa? Como pensar nisso se quem alimenta e cria esses sistemas são os próprios homens?

Apesar de toda as lutas e movimentos que duram anos e só agora ganham um pouco mais de voz, se hoje nosso mundo fosse regido por softwares, mesmo com tanta tecnologia, não iríamos retroceder de uma maneira brutal? Reprogramar uma máquina com o conhecimento necessário pode ser fácil, mas como reprogramar a mente humana por trás disso tudo?

O edital I.A. – Intolerância Artificial se propõe a trazer contos que abordem como máquinas e inteligências artificiais podem propagar ou reforçar preconceitos e toda sorte de intolerâncias humanas em um futuro, talvez, não tão distante.

Detalhes (principais pontos) do edital:

  • Poderão participar da antologia escritoras e escritores que sejam residentes do Brasil, com dezesseis anos ou mais;
  • As inscrições são gratuitas;
  • A antologia contará com 8 a 12 autores, entre convidados e selecionados;
  • Serão aceitos contos em língua portuguesa (de autoria do candidato), em fonte Times New Roman 12pt., formato A4. Os contos devem conter de 10.000 a 15.000 caracteres (com espaço);
  • Não serão aceitos contos que não tragam inteligências artificiais perpetuando características intolerantes humanas;
  • Os contos devem ser enviados para o email contato@deliriumeditora.com.br, com o assunto: Participação na Antologia I.A. – Intolerância Artificial;
  • Desejamos contos para um público jovem-adulto, não selecionaremos contos para maiores de 18 anos;
  • As inscrições para a antologia I.A. – Intolerância Artificial estarão abertas no dia 20 de março de 2021 e serão encerradas às 23:59 do dia 20 de maio de 2021, podendo esta data ser postergada ou não. A inscrição será aceita apenas por email, o conto deverá ir com o email de inscrição;

Leia o edital completo aqui: http://deliriumeditora.com.br/arquivos/Edital_IA_intoleranciaartificial.pdf

Envie seu texto e boa sorte.

I.A. – Intolerância artificial, edital
Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail
Classificado como:                    

Deixe uma resposta