Some People by Charles Bukowski

Some People by Charles Bukowski

some people never go crazy.
me, sometimes I’ll lie down behind the couch
for 3 or 4 days.
they’ll find me there.
it’s Cherub, they’ll say, and
they pour wine down my throat
rub my chest
sprinkle me with oils.
then, I’ll rise with a roar,
rant, rage –
curse them and the universe
as I send them scattering over the
lawn.
I’ll feel much better,
sit down to toast and eggs,
hum a little tune,
suddenly become as lovable as a
pink
overfed whale.
some people never go crazy.
what truly horrible lives
they must lead.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Sejam Bem-vindos!

Bem-vindo ao site da Delirium Editora! Estamos preparando esse local para recepcioná-los com muitas novidades, textos e (em breve) livros.

“Por enquanto, deliciem-se com um mini conto altamente surrealista”

Eu moro na casa abandonada por uma tartaruga marinha, difícil carregá-la nas costas, e as crianças reclamam, cadê papai, mamãe?, mas não fujo de lobisomem, nem vi sereia dormir deitada no fundo do mar, nem aceito cheque sem fundo do cliente octópus, e uso óculos inventado pelo carpinteiro de seis braços, o camarão bege, meu vizinho do lado, também a lagosta azul, a qual se acha exuberante por ser diferente e imitar a cor do céu quando não vemos nuvens carregando tempestade na barriga de gravidez e azeite de oliva não combina com leite de coco ou melado com salgado, ontem teve maremoto longe… (Flavio P. Oliveira)

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
Página 4 de 41234